Praias

Reconhecendo a importância da valorização do património marítimo, a Águas do Porto definiu o projecto "Porto Bandeira Azul" como um dos seus projectos estruturantes. Este projecto tem como objectivo a requalificação das zonas balneares, bem como a reabilitação da sua envolvente, criando infra-estruturas de apoio para os banhistas e condições de acessibilidade para as pessoas com mobilidade reduzida.


Esta iniciativa contempla diversas actividades: a melhoria da qualidade das águas balneares e respectiva monitorização, a requalificação das zonas balneares e da sua envolvente, a valorização dos ecossistemas marítimos, a criação e reforço das infra-estruturas de apoio, e a promoção de acções de educação ambiental e de participação pública.


Em 2016, a cidade do Porto tem quatro zonas balneares, constituídas por nove praias: Zona Balnear do Castelo do Queijo (Praia do Castelo do Queijo); Zona Balnear do Homem do Leme (Praia do Homem do Leme); Zona Balnear de Gondarém (Praia do Molhe e Praia de Gondarém) e Zona Balnear da Foz (Praia da Luz, Praia dos Ingleses, Praia do Ourigo, Praia do Carneiro e Praia das Pastoras).


Toda a frente marítima entre a Praia do Homem do Leme e a Praia das Pastoras ostenta o galardão Bandeira Azul, um certificado de qualidade ambiental que distingue o esforço de diversas entidades, no sentido da melhoria do ambiente marinho, costeiro, fluvial e lacustre e implica o cumprimento de diversos critérios nas áreas de educação ambiental e informação, gestão e segurança, qualidade da água e meio costeiro.


A Quercus atribuiu a Bandeira de Ouro às Zonas Balneares do Homem do Leme, Gondarém e Foz. Esta classificação de 'praias com qualidade de ouro' é atribuída às praias do país cujas águas balneares apresentem os melhores resultados em termos de qualidade.


A Zona Balnear do Homem do Leme exibe, desde 2008, a bandeira Praia Acessível Praia para Todos que visa reconhecer as praias que asseguram a acessibilidade para pessoas com mobilidade condicionada.