Bandeira Azul: Educação Ambiental para todos
20-07-2018

A Águas do Porto, através da sua unidade de Educação Ambiental/Pavilhão da Água, elabora todos os anos um programa atrativo, diversificado, inclusivo e dinâmico de atividades de educação ambiental, enquadradas no tema anual proposto pela Bandeira Azul, que em 2018 é "O Mar que Respiramos". Através do estabelecimento de várias parcerias, a equipa realiza várias atividades lúdicas e pedagógicas ao longo de toda a época balnear.


Neste sentido, a Águas do Porto, através do Pavilhão da Água, lançou o desafio ao CEFPI - Centro de Educação e Formação Profissional Integrada para a realização de vários trabalhos, com o objetivo de consciencializar para a preservação dos ecossistemas marinhos e costeiros e dar a conhecer a importância das florestas marinhas no ar que respiramos.

O CEFPI é um centro de gestão participada, resultante de um protocolo entre o IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional e o MADI - Movimento de Apoio ao Diminuído Intelectual, que desde 1981 promove respostas no âmbito da formação e emprego de pessoas com necessidades especiais, provenientes de toda a zona norte.

Abraçando de imediato o desafio lançado, os grupos realizaram várias apresentações. O grupo de Jardinagem dedicou-se aos corais e algas marinhas; o grupo de Serviço de Apoio Social realizou uma encenação sobre os diferentes animais marinhos; o grupo de Cozinha II desenvolveram um questionário digital sobre os oceanos; o grupo de Serviços Administrativos simularam um programa televisivo com a temática "Caça ao Puzzle" e o grupo de Cozinha I elaborou uma receita com os recursos marinhos.

Estes trabalhos, realizados no âmbito da atividade "Para o Mar respirar todos temos que sensibilizar", serão agora compilados em vídeo. Através deste, pretende-se promover a inclusão e despertar a consciência ecológica da população para a importância da preservação dos oceanos, pois são eles os responsáveis pela absorção de 50% do dióxido de carbono lançado na atmosfera e pela produção de 70% do oxigénio existente no Planeta Terra.