Perdas e Fiabilidade do Sistema
Um dos enfoques estratégicos da Águas do Porto, EM, relativamente ao sistema de distribuição de água que administra é a redução da Água Não Faturada (ANF), nomeadamente as perdas de água. A água que é perdida pelas infraestruturas da rede traz inúmeros inconvenientes para a exploração do sistema, nomeadamente problemas de índole económico-financeira, ambientais e de fiabilidade do abastecimento de água aos clientes.

Um dos pilares da estratégia de redução de perdas reais corresponde ao Controlo Ativo de Perdas (CAP), focado essencialmente no controlo dos caudais e da pressão na rede e nas equipas de campo especializadas na sondagem das infraestruturas. 

Paralelamente, a Águas do Porto, EM, tem vindo a direcionar grande parte do seu investimento para a remodelação da rede de distribuição, levando a cabo inúmeras empreitadas de substituição de condutas, eliminando, assim, infraestruturas antigas e desajustadas, bem como materiais obsoletos. 

Outra das vertentes que tem merecido investimento por parte da Águas do Porto, EM, é a substituição criteriosa de contadores. Esta substituição é realizada em conformidade com os níveis e parâmetros de medição e o respetivo erro associado, sendo realizadas continuamente campanhas de substituição direcionada, de acordo o controlo metrológico e a legislação em vigor.