27/11/2023

O Porto é o "Município Mais Azul" de 2023 na região Norte. A distinção foi entregue pela Associação Bandeira Azul de Ambiente e Educação e pela Agência Portuguesa do Ambiente à Águas e Energia do Porto, durante a Cerimónia Bandeira Azul, que decorreu em Oeiras.

A cidade foi a grande vencedora do galardão, entre os 15 municípios que abrangem as 90 praias com bandeira azul da região e também recebeu o certificado de 15 anos consecutivos de Bandeira Azul atribuída à zona balnear da Foz, constituída pelas praias da Luz, Ingleses, Ourigo, Carneiro e Pastoras.

O "Município Mais Azul" distingue as entidades promotoras da Bandeira Azul, na categoria de praias e Portos/Marinas, que obtiveram a pontuação mais elevada nas atividades de Educação Ambiental por região.

São considerados critérios como a inovação, criatividade, pertinência, multiplicidade de parcerias, abrangência de público-alvo, avaliação pelo público, representação das ODS e prossecução da Estratégia Nacional para a Educação Ambiental.

O galardão tem como objetivo educar para o desenvolvimento sustentável em praias costeiras, fluviais e lacustre, portes de recreio e marinas e embarcações de recreio e ecoturísticas que se candidatem e cumpram um conjunto de critérios relacionados com Informação e Educação Ambiental, Qualidade da Água Balnear, Gestão Ambiental, Segurança e Serviços, Responsabilidade Social e Envolvimento Comunitário.

As praias do Porto vistas por figuras da cidade

O tema da Bandeira Azul em 2023 foi a Geodiversidade. Seguindo o mote "Sabes onde estendes a tua toalha?", os veraneantes foram levados a pensar nas alterações da costa provocadas pela erosão, na proveniência do solo que pisavam e até nas histórias que cada grão de areia contaria se pudesse falar.

Com esta premissa, o Pavilhão da Água desafiou quatro figuras públicas do Porto, com fortes ligações à frente marítima da cidade, a contar as suas histórias, a sua ligação às praias, as suas memórias.

O Bandeira Azul é um programa de educação para o desenvolvimento sustentável, promovido pela Associação Bandeira Azul de Ambiente e Educação, secção portuguesa da Fundação para a Educação Ambiental.

No Porto, as atividades de educação ambiental são asseguradas pelo Pavilhão da Água, que é, simultaneamente, Centro Azul da Bandeira Azul. Entre os parceiros, além da Divisão Municipal de Gestão Ambiental, do Departamento Municipal de Promoção da Saúde, da empresa municipal Ágora e do Serviço Municipal de Proteção Civil, estão a LIPOR, ColorAdd, o Centro Social ASAS de Ramalde e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental do Porto.