20/06/2022

Cerca de 50 alunos e professores da Escola Profissional de Campanhã e do 9.º ano do Ensino Básico do Colégio de D. Duarte participaram numa ação de limpeza do rio Tinto. Esta ação, promovida pelas Águas e Energia do Porto e pela Divisão Municipal de Gestão Ambiental, decorreu no âmbito do programa Eco-Escolas.


A ação de sensibilização e educação para a sustentabilidade permitiu a estudantes e docentes fazer a recolha, interpretação e monitorização dos resíduos, percorrendo as margens do rio Tinto, numa extensão desde o Freixo, onde desagua no rio Douro, até à ponte do Lagarteiro.


Em apenas duas horas, foram recolhidos pelos participantes mais de 56 quilos de resíduos indiferenciados, sete quilos de resíduos de vidro e seis quilos de plástico.

A atividade foi orientada por uma equipa técnica do Município do Porto, com o apoio dos guarda-rios, que desempenham um importante papel na vigilância e proteção dos rios e ribeiras da cidade.


Para a recolha dos resíduos, os alunos organizaram-se em grupos e, no final, num momento em comum, fizeram um debate e balanço da atividade. A observação dos materiais recolhidos e o peso dos mesmos foi o mote para a reflexão sobre a degradação ambiental das ribeiras e o impacto na biodiversidade e na saúde.


rio Tinto atravessa o Parque Oriental da cidade, podendo usufruir-se de um percurso pedonal ao longo das suas margens. É um dos quatro rios e 12 ribeiras do Porto, que, em conjunto, cobrem uma extensão de 66 quilómetros, dos quais 75% estão entubados, e cerca de 16 quilómetros correm a céu aberto.


Plano de Valorização e Reabilitação das Linhas de Águas do Município do Porto está previsto na Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC), e pretende valorizar e proteger os recursos hídricos da cidade, reduzindo, ainda, a sua vulnerabilidade face aos efeitos das alterações climáticas através da identificação e priorização de medidas e investimentos.