Fontes Fontanários e Bebedouros

Fontes e Fontanários


Pontos de vivacidade do município do Porto, as Fontes e os Fontanários espalhados pelas ruas, largos e praças da cidade constituem locais onde o património e a história do Porto é visível e som da água ecoa. Fonte dos Leões, Fonte Monumental Mouzinho da Silveira, Fonte da Cantareira, Chafariz do Passeio Alegre, Chafariz da Trindade e Fonte da Praça da Ribeira são alguns exemplos da Fontes mais emblemáticas da cidade.

Decorrente de avaliação do estado destas estruturas, a Águas do Porto, EM, desenhou o projeto estratégico "Fontes do Porto" que tem como objetivo a reabilitação e a reestruturação das fontes e fontanários da cidade, de forma a poder oferecer à população do Porto e aos seus visitantes o melhor do património municipal. O último exemplo de reabilitação é a Fonte da Batalha, na Praça da Batalha, que se encontrava ao abandono há já alguns anos e foi alvo de uma intervenção de fundo, encontrando-se agora em pleno funcionamento, oferecendo uma nova vivacidade a este local emblemático da cidade.


Bebedouros


Aliados aos fontanários, a cidade do Porto está dotada de vários Bebedouros nos principais circuitos pedonais e clicáveis. Atualmente, fruto de um projeto interno levado a cabo no início de 2014, a Águas do Porto, EM, instalou oito novos bebedouros na Marginal Ribeirinha do Rio Douro, criando novos pontos de água potável. 

Assim, os bebedouros da Marginal Ribeirinha alinham-se com os nove já existentes da Frente Atlântica, perfazendo um total de 17 pontos de água ao longo destas linhas de mobilidade fulcrais da cidade.

O Porto está ainda dotado de mais bebedouros, nomeadamente nos circuitos de fitness do Parque da Cidade onde existem cerca de 20 pontos de água

Atualmente a Águas do Porto, EM, encontra-se a desenvolver um estudo para a instalação em 2015 de bebedouros noutros circuitos equivalentes existentes na cidade.