"Jardim da Água" vai animar todos os meses a Quinta de Nova Sintra. Veja como correu a estreia.
09-12-2019
A cidade do Porto tem mais um grande evento de animação com caráter regular. O "Jardim da Água" estreou neste sábado imbuído de espírito natalício, no parque da sede da empresa municipal Águas do Porto. Levará muitas atividades lúdicas e culturais à Rua do Barão de Nova Sintra todos os meses.
No arranque oficial do "Jardim da Água", imperou a associação à quadra festiva do calendário. No mercado tradicional, perfeitamente alinhado na Rua das Fontes (no interior do Parque das Águas), não faltaram sugestões de prendas artesanais e produtos biológicos com o selo de qualidade da pequena produção.
Com propostas dirigidas a toda a família, a visita guiada por Germano Silva foi das atividades mais concorridas. Com o Professor cruzou-se o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, que visitou o "Jardim da Água" acompanhado, também, pelos administradores da empresa municipal.
Para os mais pequenos, conquistados pelas bolas de sabão, as pinturas faciais, a mascote da Águas do Porto e o contador de histórias, o evento trouxe ainda uma surpresa maior: o Pai Natal, pronto a ouvir a sua lista de presentes.
Os inúmeros atrativos da iniciativa não se ficam por aqui. Todos os meses, o "Jardim da Água" oferece aos visitantes sessões de sensibilização de poupança da água, apresenta exposições, exibe documentários e ativa momentos musicais e/ou teatrais. A ideia é aproximar a população da Quinta de Nova Sintra, um reduto verde da cidade para ser descoberto, onde está localizada uma icónica escultura de Julião Sarmento, enquadrada numa belíssima paisagem com vista para o Douro.
O "grande prédio o parque e a mata (?) que custaram apenas 400 contos" à cidade, devem ser para o Porto "motivo de orgulho", pode ler-se numa das placas do Parque das Águas, situado na freguesia do Bonfim.
Durante todo o evento, o parque de estacionamento é gratuito, mas a estação de Metro do Heroísmo, fica a menos de 5 minutos a pé.